Crédito imobiliário dispara e bate recorde em fevereiro

Os financiamentos imobiliários do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) somam R$12,5 bilhões em fevereiro, alta de 95,3% em relação a 2020 e segundo a Associação das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) isso significa um recorde nominal, o montante de crédito imobiliário superou em 1,3% o registrado em janeiro e quase dobrou na comparação com fevereiro de 2020.

Fonte: ABECIP

No primeiro bimestre, o montante financiado somou R$ 24,74 bilhões, alta de 83% em relação ao mesmo período de 2020.

De acordo com a Abecip, “um fator que pode explicar este quadro de 2021, é o fim do auxílio emergencial, que deverá ser retomado a partir de abril em valores menores e a um contingente mais restrito de pessoas. É possível, portanto, que março ainda apresente alguma pressão sobre as cadernetas.”

Esse cenário se mostra promissor para a venda de imóveis, com o aumento da taxa Selic de 2% para 2,75%, era esperado que houvesse uma redução nos financiamentos, porém não estamos presenciando isso, o que significa que as expectativas para 2021 permanecem boas como os pesquisadores apontaram no final de 2020.

Uma resposta para “Crédito imobiliário dispara e bate recorde em fevereiro”

  1. Observamos que as esteiras de produção dos bancos já recomeçam a rodar em velocidade de cruzeiro. Após um período de adaptação aos novos tempos, onde o intervalo entre a aprovação do crédito e a geração do contrato levavam quase o dobro do esperado, os indícios atuais refletem uma SLA de períodos normais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *